[Curiosidades] - Qual é a diferença entre Blogs, Flogs e Vlogs?

Você sabe qual é a diferente entre Blogs, Flogs e Vlogs? Apesar de o som da pronúncia ser bem semelhante, existe uma diferença bem distinta entre estes três serviços, que causa muita confusão na cabeça das pessoas mais leigas nas questões da Internet. E neste artigo eu vou explicar quais são elas. Mas antes de mais nada vamos viajar um pouco no tempo, e descobrir como nasceu o primeiro blog da Internet.


História


O primeiro blog da Internet foi criado em 1997 por Jorn Barger. E até então não era conhecido como "Blog", e sim por "Weblog". O blog criado por Jorn Barger, era muito diferente dos blogs que conhecemos hoje em dia: era apenas uma página que continha uma lista com os links das páginas que ele encontrava na web e que achava interessante. Naquela época também não existia um editor de artigos como temos hoje, todo bonitinho, com botões e ferramentas que agilizam a criação/edição dos artigos, todo o conteúdo era adicionado manualmente no código fonte da página — o que com certeza devia dar um pouco de trabalho e exigir conhecimento em HTML.

Mas, para nossa sorte, com o passar do tempo os blogs foram ficando cada vez mais flexíveis e dinâmicos, e hoje permitem que o autor adicione/edite os artigos, insira vídeos, imagens e muitos outros elementos sem a necessidade de ter conhecimento em linguagens como: HTML, CSS etc.

Okay, mas então como surgiu a palavra “blog”? A palavra blog foi criada por Peter Merholz em 1999, que de brincadeira desmembrou a palavra: "weblog", para formar a frase: "we blog", que traduzindo para o português significa: "nós blogamos". Mas enfim, agora que já sabemos um pouco sobre a história de como surgiu o primeiro blog da Internet, vamos direcionar o assunto ao tema que foi proposto no início do artigo: a diferença entre "blogs", "flogs" e "vlogs".

Blogs


Os Blogs hoje em dia, são comumente definidos como um "diário virtual", onde o dono (autor) escreve/divulga coisas do seu dia-a-dia, notícias, vídeos, fotos, seus próprios conhecimentos sobre um determinado assunto e qualquer outra coisa que lhe pareça interessante e que queira compartilhar com seus visitantes (leitores), que por sua vez podem (ou não) interagir através de comentários ou qualquer outra forma de contato disponibilizada pelo autor.

Existem também os "blogs de nicho". Blogs de nicho, são os blogs direcionados totalmente à um assunto específico, como por exemplo, um blog que só fala sobre criação de blogs (também conhecidos como: metablogs), um blog que fala somente sobre fotografia, sobre viagens etc.

Os blogs podem ser privados ou públicos, ter um autor ou vários, tudo depende do foco e da vontade do criador do blog. Um exemplo de serviço muito conhecido hoje em dia para criação de blogs é o Blogger — o mesmo utilizado para a criação desse blog —, e também o Wordpress. As pessoas que possuem blogs são comumente chamadas de: "bloggers" ou "blogueiros" e há também os "probloggers", que são pessoas que vivem do dinheiro que seus blogs geram.

Flogs


Os Flogs são uma derivação dos blogs, porém, o foco principal são as fotos. Os flogs são serviços que oferecem à seus usuários a possibilidade de criar álbuns fotográficos virtuais, para que o usuário possa postar e armazenar suas fotos e compartilhar com os familiares, amigos e com os outros usuários do serviço que está sendo utilizado.

Alguns serviços de flogs oferecem também a possibilidade de criar um grupo ou canal, possibilitando assim que pessoas que tenham os mesmos interesses, possam se encontrar, trocar dicas, compartilhar trabalhos e interagir de maneira geral com os outros integrantes do grupo. Existe uma infinidade de serviços voltados para esta área, um dos mais conhecidos hoje em dia é o Flickr, e outro é o Picasa Web — este segundo muito utilizado por blogueiros para armazenar as imagens de seus blogs. As pessoas que utilizam este tipo de serviço são comumente chamadas de "floggers".

Vlogs


Os Vlogs, assim como os flogs, derivam dos blogs e têm uma diferença no foco do conteúdo, obviamente o compartilhamento de vídeos. Os vlogs são serviços que permitem ao usuário, fazer o upload de vídeos para uma conta, e depois através de um código de incorporação (conhecido como: Embed), incorporar este vídeo em locais que aceitem HTML, como por exemplo: artigos de um blog. É possível também assistir o vídeo diretamente no site ao qual o vídeo foi enviado.

Alguns serviços de vlogs oferecem ao usuário a opção de criar um perfil ou canal, como se fosse um blog pessoal, facilitando assim a interação entre o autor dos vídeos e seus visitantes. De uns tempos para cá, os vlogs têm caído no gosto das pessoas e vêm crescendo de uma maneira incrível! Muitas pessoas começaram a usar este tipo de serviço para divulgar na web as suas "habilidades" — sejam elas quais forem! E muitas dessas pessoas ficaram realmente famosas fazendo isso.

O serviço mais conhecido de vlog existente hoje em dia no mundo é o Youtube, mas existem diversos serviços menos populares, tais quais: Videolog e o Vimeo. As pessoas que usam este tipo de serviço são comumente chamadas de "vloggers".

E essa é a grande diferença entre esses três serviços. Vale à pena lembrar, que a maioria das pessoas que possuem um Blog, possuem também um Flog e um Vlog, pois fica muito mais fácil ilustrar os artigos de um blog, incorporando imagens e vídeos ao mesmo. O que não significa que Floggers e Vloggers precisem ter um blog!

Atualização — 24.07.2011 às 22h40
O artigo foi atualizado para a correção e inclusão de informações, também foi realizada algumas melhorias na formatação do texto.
É terminantemente proibida a cópia de nossos artigos sem nossa expressa autorização!
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal brasileiro e na Lei 9.610/98.
As informações contidas neste artigo estão desatualizadas? Notifique-me! Editar artigo
Igor Sousa é dono e criador do blog Hdblog (antigo Bloggando Na Web). Tem 24 anos, é paulistano e atualmente cursa o 8° Semestre em Ciências Contábeis. Blogar era apenas um modo de melhorar sua redação de texto, mas unida a sua vontade de ajudar as pessoas passou a ser um hobby.

Foram postados 5 comentários neste artigo!

  1. Igor,

    Legal o seu post.
    Gosto de saber sobre a origem e a história das coisas.
    Boa sorte e sucesso no seu trabalho com o Bloggando na Web.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá Max Martins,
    que bom que gostou do post!

    Realmente, é sempre bom conhecer um pouco mais sobre as ferramentas (e coisas do cotidiano) que usamos.

    Obrigado pela visita e pelos votos de sucesso!
    Volte sempre, forte abraço.

    ResponderExcluir
  3. Seu conceito de blog se diferencia de alguns autores que falam que o significado de BLOG vem de WEB (Internet) e LOG (diário de bordo).

    O resto está bem legal! Parabéns! Se possível confirmar e alterar esse dado no seu post!

    ResponderExcluir
  4. Aipesparacatuba: a palavra WEB + LOG, forma a palavra WEBLOG, que é como eram conhecidos os blogs antes de serem chamados de “BLOGS” - como eu expliquei no tópico “História” -, somente depois quando a palavra WEBLOG foi desmembrada para formar a frase WE BLOG, é que os blogs começaram a ser chamados de BLOGS, como eu também expliquei no artigo.

    Não é de todo errado traduzir para algo similar à “diário de bordo da Internet” neste caso, pois hoje em dia é normal usar o termo “navegar na web” ou “navegar na Internet” com o mesmo sentido.

    Porém, vale sempre lembrar, que WEB não é sinônimo de Internet. WEB e Internet são duas coisas diferentes.

    Internet, é uma grande rede de computadores que conecta milhões de computadores globalmente, possibilitando que qualquer computador possa se comunicar com outro desde que ambos estejam conectados à ela.

    A World Wide Web (o famoso WWW) ou somente WEB, é uma aplicação que usa a Internet. Aplicação que foi criada para permitir o compartilhamento de arquivos e o acesso a documentos chamados de páginas, que são criados por diferentes tipos de linguagens, como por exemplo o HTML, tudo isso usando como ferramenta de acesso o navegador.

    Então veja que WEB não é a mesma coisa que Internet, ambos trabalham em conjunto, mas é errado traduzir WEB como Internet.

    Mas... como eu falei no começo, é normal hoje em dia as pessoas usarem WEB como sinônimo de Internet, por isso que é normal também as pessoas pensarem como esses autores que você citou.

    Se você fizer uma pesquisa na WEB, você vai encontrar artigos explicando mais detalhadamente a diferença entre estes dois termos. E vai poder entender melhor essa questão.

    Espero ter sido claro.
    Agradeço a sua visita e principalmente o seu comentário.

    Volte sempre.

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do post, estava com dúvidas sobre blogs, flogs e vlogs há muito tempo!

    ResponderExcluir